Campanha de Prevenção do Câncer de Intestino Grosso

A Campanha de Prevenção do Câncer de Intestino Grosso, realizada anualmente pelo CECOM em parceria com o Gastrocentro, tem como objetivo a detecção precoce de pólipos (lesões benignas que podem evoluir para câncer), ou tumores em estágio inicial, em indivíduos com 50 anos ou mais.

A campanha acontece durante o ano letivo nas unidades e órgãos da Universidade. Fique atento à divulgação em sua unidade e participe!

Reportagem: Campanha de Prevenção reduz em 80% o número de pólipos na Unicamp

Com mais de 19 mil testes realizados entre 2012 e 2016, a Campanha de Prevenção do Câncer de Intestino Grosso, idealizado pelo Centro de Saúde da Comunidade (Cecom) e o Gastrocentro da Unicamp, alcançou um resultado positivo na comunidade interna da universidade: em cinco anos de trabalho, a campanha reduziu em 80% o número de pólipos, lesão benigna que pode se degenerar e evoluir para câncer, demorando até 10 anos para se manifestar.

Quando detectado precocemente, o câncer do intestino grosso apresenta um bom prognóstico. Pioneira no país, a Campanha inicia o rastreamento de pólipos e tumores malignos a partir dos 50 anos, pois a maior incidência ocorre após os 60 anos de idade. A diretora médica do Cecom, Dra. Tâmara Maria Nieri, ressalta a importância de realizar este tipo de campanha de prevenção dentro das unidades: “nós sabemos que o câncer de intestino grosso, em 90% dos casos, começa com uma lesão benigna, que é o pólipo. Se você tirar o pólipo, não desenvolve câncer”, comenta.

Leia a reportagem completa aqui.

 

Sem pólipo, sem câncer. Faça o Teste!